//img.uscri.be/pth/99bffb8abc781c1931b8787eda67107369132e37
Cette publication ne fait pas partie de la bibliothèque YouScribe
Elle est disponible uniquement à l'achat (la librairie de YouScribe)
Achetez pour : 14,99 € Lire un extrait

Téléchargement

Format(s) : EPUB

sans DRM

A Nova Terra - Métodos, exercícios, fórmulas, orações

De

Esta escrito no Apocalipse: "Depois vi um novo céu e uma nova terra". Na linguagem dos Iniciados, que é a linguagem dos simbolos eternos, um "novo céu" significa uma compreensão, uma filosofia universal, e um "nova terra" atitudes, comportamentos novos. Tal como no Universo o céu e a terra não estão separados, também não o estão no ser humano: o céu representa o seu mundo mental, e a terra os seus comportamentos; ora os seus comportamentos apenas podem reflectir o seu mundo mental: as mãos e os pés são dirigidos pela cabeça. A nova terra, é os comportamentos dos humanos que se renovara graças a uma mudança de mentalidades, a uma nova filosofia. Todos os métodos que vos da o nosso Ensinamento contribuirão a criar esta nova terra, em vos e à vossa volta.


Voir plus Voir moins
ÍNDICE
Prefácio I - Orações Oração dominical Oração ao Pai dos Céus Salmo 91 II - O programa do dia De manhã Conselhos para o decorrer do dia A noite III - A nutrição A alimentação traz a vida eterna IV - O comportamento V - Os problemas do mal As fraquezas e os vícios Parar para dar uma orientação diferente aos pensame ntos As dificuldades VI - Os métodos de purificação O jejum O jejum na vida espiritual A transpiração Os quatro elementos Elevar-se para encontrar a pureza VII - As relações humanas As dívidas de reconhecimento As relações de afecto As relações de hostilidade Dois métodos para ajudar todos os homens VIII - As relações com a Natureza Tomar consciência de que a Natureza é viva Envolver os espíritos da Natureza num trabalhopara o Reino de Deus A nossa dívida para com a Natureza IX - O sol – As estrelas O sol As estrelas X - O trabalho do pensamento O pensamento permite extrair a quinta-essência XI - A galvanoplastia espiritual XII - O plexo solar XIII - O centro Hara XIV - Os métodos da luz XV - A aura XVI - O corpo da glória XVII - Algumas fórmulas e orações Fórmulas do Mestre Peter Deunov Apêndice - Os exercícios de ginástica
Descrição dos Exercícios
Omraam Mikhaël Aïvanhov
A NOVA TERRA Métodos, exercícios, fórmulas, orações
Traduzido de: « La nouvelle terre – Méthodes, exercices, formules , prières »
Autor:Omraam Mikhaël Aïvanhov Editor original: ©ceEditions Prosveta S. A . – B. P. 12 – Fréjus – Fran
© 1989 by Editions Prosveta (7ª edição) – ISBN 2-85566-336-9
©ÉDITIONS PROSVETA S.A. Z.A. Le Capitou – 1277 rue Jean Lachenaud 83600 FRÉJUS – FRANCE
Também disponível em versão impressa
www.prosveta.com international@prosveta.com
© Publicações Maitreya – Unipessoal, Lda
Sede: Rua do Almada, 372 – 4º Esq. 4050-033 Porto T elef. Fax: 222 012 120 Tlm: 968 473 218 – 919 098 583 E-mail: publicacoesmaitre ya@sapo.pt www.publicacoesmaitreya.pt
Impressão: Publidisa
ISBN: 978-989-8147-17-2 Depósito Legal Nº 000000/00 Agosto de 2010
Prefácio
E fim de vos fazer compreender melhor a maneiracomo eu encaro o meu papel de instrutor, de pedagogo,dir-vos-ei que sou como um a nfitrião que convidou umgrande número de pessoas para almoçar. Para ter acerteza d e poder satisfazer toda a gente, ponho na mesatodos os frutos, legumes, queijos, etc ., que consigo encontrar; nada falta, e cada um de vós poderá escolher o quelhe co nvier, o que lhe agradar. Mas, evidentemente, não é pelo facto de tudo se encontra r na mesa que devereisjulgar-vos obrigados a comer de tudo, porque poderíeis ter uma indigestão, poderíeis adoecer.
O mesmo acontece com os métodos que vos apresento: proponho-vos toda a espécie de métodos, porque sei que não tendes todos o mesmo temperamento, as mesmasnecessidades, as mesmas faculdades, a mesma c apacidadede trabalho, e, portanto, tendes de escolher; seria perigoso se ten tásseis aplicá-los todos. É claro que deveis ter sempre presentes no espírito as inúmeras regras que vos dei para a vossa vida diária, a fim de não vos perderdes e avançarde s, todos os dias, pelo caminho da evolução. Mas não tenteis fazer todos os exercícios nem aplicar todosos métodos que vos dou; isso só serviria para vos transtornar. Èstais, pois, prevenidos; é como se estivésseis diantede uma mesa onde está tudo à voss a disposição: não deveisprecipitar-vos e comer de tudo. Èscolhei algu ns métodos —quatro, cinco, seis, talvez sete... — e concentrai-vos neles,para fazerd es um trabalho em profundidade.
Devo ainda acrescentar algumas palavras do pontode vista psicológico. Pode suceder que um método queontem vos conferiu luz, ap aziguamento, coragem, sejahoje ineficaz, porque a vossa disposição é dife rente.Èntão, que deveis fazer? Pois bem: não insistir e procurar o método mais convenie nte para o dia de hoje. Também aqui, podemos fazer uma analogia com a alimentação. Um dia apetece-vos omoleta ou macarrão, mas, no diaseguinte, isso já nada vos diz e tendes vontade de comerpeixe ou batatas, ou apenas fruta, e tudo isso está muito certo; não se deve comer todos os dias a mesma coisa, o nosso organismo necessita de alimentos diferentes. Èu sei que existem povos que comem todos os dias a mesmacoisa, mas o seu regime é o resultado de circunstânciasparticulares; estão assi m habituados desde há séculos. Èmqualquer caso, a vós compete distinguir se um método queutilizastes ontem tem hoje a mesma eficácia. Se sentirdes que ele já não é eficaz, abandonai-o temporariamente;podereis retomá-lo em qualquer outro dia.
E Inteligência Cósmica previu que o ser humanodeveria desenvolver-se em todos os domínios, para, umdia, atingir a perfeição. Por isso, ele não pode contentar-seem ter sempre a mesma actividade. Para progredir, énec essário que descubra e experimente, continuamente,coisas novas. Observai m ais uma coisa: quantas actividades tendes durante um dia? Utilizais, suces sivamente, o cérebro, os olhos, as pernas, as mãos, a boca, e assim vos instruís e pro gredis. Os vossos órgãos estão sempreno seu lugar, nunca os trocais; mas não os utilizais todos ao mesmo tempo; só fazeis funcionar aqueles de quenecessitais em cada circunstância. O mesmo acontece em relação aos métodos que vos proponho: deveis aprender a servir-vos deles de forma razoável, consoante as vossas necessidades.
I Orações
m certas circunstâncias, estas três orações são pro nunciadas em comum:
Oração dominical
Pai Nosso, que estás no céus, Santificado seja o Te u Nome, Venha a nós o Teu Reino, Seja feita a Tua Vontade, assim na terra com o no Céu. Dá-nos hoje o pão nosso de cada dia. Perdoa-nos as nossas ofensas, as sim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. Não nos deixes cair em tenta ção, mas livra-nos do mal, Pois a ti pertencem o Reino, o Poder e a Glória, pe los séculos dos séculos,
Oração ao Pai dos Céus
Ámen!
Senhor Deus, doce Pai dos Céus, que nos concedeste a vida e a saúde para que Te adoremos com júbilo,
Envia-nos o Teu Espírito para nos proteger, para no s guardar de todo o mal e de todos os maus pensamentos;
Ensina-nos a cumprir a Tua Vontade, a santificar o Teu Nome, a glorificar-Te incessantemente;
Santifica o nosso espírito, eleva os nossos coraçõe s e a nossa razão, para que cumpramos os Teus mandamentos e as Tuas prescrições ;
Inspira-nos pensamentos puros, com a Tua santa pres ença, e dirige-nos de modo a que Te sirvamos com alegria;
Abençoa a vida que Te consagramos para benefício do s nossos irmãos e do próximo.
Ajuda-nos, assiste-nos, para que todos os dias cres çamos cada vez mais em completo conhecimento e sabedoria, e nos mantenhamo s na Tua Verdade;
Guia-nos, a fim de que tudo aquilo que empreendermo s pelo Teu Santo Nome contribua para estabelecer o Teu Reino sobre a terra;
Alimenta as nossas almas com o pão dos Céus e enche -nos da Tua Força, para que possamos ter êxito na nossa vida;
E, dado que nos enches de todas as Tuas bênçãos, di gna-Te acrescentar o Teu Amor, para que ele seja eternamente a nossa lei,
Pois a Ti pertencem o Reino, o Poder e a Glória, pe los séculos dos séculos. Ámen!
Salmo 91
Aquele que permanece sob o abrigo do Altíssimo repo usa à sombra do Omnipotente. Digo ao Eterno: Meu refúgio e minha fortaleza, Meu Deus em quem confio! Pois é Ele que te liberta da rede do passarinheiro, Da peste e das suas devastações. Ele cobrir-te-á com a sua plumagem E sob as suas asas encontrarás um refúgio. A sua fidelidade é um escudo e uma couraça. Não temerás os terrores da noite, nem a flecha que voa de dia, nem a peste que caminha nas trevas, nem o contágio que ataca ao mei o-dia. Ainda que mil caiam a teu lado E dez mil à tua direita, não serás atingido. Bastar-te-á olhares com os teus olhos E verás a recompensa dos maus. Pois Tu és o meu refúgio, Ó Eterno! Tu fazes do Altíssimo o Teu retiro.
Nenhuma desgraça te atingirá, Nenhuma calamidade se aproximará da tua tenda, Pois Ele ordenará aos Seus Anjos Que te guardem em todos os teus caminhos; Eles carregar-te-ão nas suas mãos, Receosos de que o teu pé tropece numa pedra. Caminharás sobre o leão e a víbora, esmagarás a cri a do leão e o dragão. – Posto que ele me ama, eu libertá-lo-ei; Dado que ele conhece o meu nome, eu protegê-lo-ei. Ele invocar-me-á e eu responder-lhe-ei; Estarei com ele na aflição, Libertá-lo-ei e glorificá-lo-ei. Saciá-lo-ei de longos dias e mostrar-lhe-ei a minha salvação.
Oração ao despertar
IIO programa do dia
De manhã
Ao acordar, antes de mais nada, deveis agradecer ao Senhor. As primeiras palavras que deveis ter nos lábios, quando acordais , são: «Eu Te agradeço, Senhor, por me teres dado a vida e a saúde. Enche o meu coração de amor e dá-me força para cumprir a Tua vontade a fim de que todas as minhas acções sejam para Tua glória e em Teu nome.»
Recordar os sonhos
Depois de terdes agradecido ao Céu, deveis tentarre cordar-vos dos vossos sonhos. Se o fizerdes habitualmente, constatareis m uitas vezes que vos foi dado um programa durante o sono. Mas é preciso fazê -lo deimediato, no momento em que as imagens mais importantes do sonho flutuam ainda no cérebro, porque muito pouco tempo depois já é raro conseguir-se recordá-las. Por vezes, é durante o dia que os sonhos vêm à memó ria, mas é preferível tentar recordá-los de manhã, ao acordar.
Como levantar-se
Em seguida, deveis levantar-vos. Quem fica muito te mpo na cama, depois de ter acordado, corre grandes perigos no domínio psíq uico: será sempre tentado a ficarmergulhado num torpor, numa embriaguez astra l onde flutuam certos pensamentos de preguiça e sensualidade. Isso é sufi ciente para destruir o vosso carácter, matar avossa vontade e deformar-vos para sempre. Este hábito cria preguiçosos, seres unicamente mergulhados na i maginação e virados para o prazer.
Deveis sair da cama de frente, nunca às arrecuas, e é o pé direito que deveis pousar primeiro no chão. Cada movimento que fazeis ao levantar deve ser consciente e executado correctamente. Estes detalhe s podem parecer-vos sem importância, mas, na realidade, tudo é significativ o.
Como lavar-se
Uma vez levantados, deveis lavar-vos. Antes de orar, antes de fazer seja o que for, deveis lavar as mãos e orosto e, sobretudo, nã o deveis tocar nos olhos antes de lavar as mãos.
A Cabala explica que, logo que o homem adormece,há um espírito impuro que se agarra ao seu corpo físico e que, quando ele aco rda, esse espírito fica apegado às suas mãos e ao seu rosto. Portanto, no m omento em queacordamos, as nossas mãos e o nosso rosto estão aindasob o domínio deste espírito impuro. É por isso que não devemos fazer nada antes de termos eliminado a camada fluídica de impurezas de que ess as partes do corpo estão
impregnadas.
Devemos lavar-nos conscientemente e com atenção, po rque lavarmo-nos é tão importante como alimentarmo-nos. Não façais gestos rápidos e desordenados quando lavais o rosto, porque no domínio etérico ex iste uma ordem muito subtil nas partículas e os gestos bruscosperturbam essa ordem. Observai-vos e vereis que, quando vos lavais rapidamente, vos desm agnetizais.
Quando vos lavais, concentrai-vos na sensação de frescura que a água produz na vossa pele. Essa sensação trará clareza ao vosso pensamento. Senti que estais a efectuarum acto sagrado e dizei: «Que o am or divino resplandeça no meu rosto!» Ou então: «Assim como estou a lavar o m eu rosto físico, também o meu rosto espiritual sejalavado.» Ou ainda: «Em nom e do amor imortal e eterno, em nome da sabedoria imortal e eterna, nos quais vivemos e temos a nossa existência, que esta água me liberte detodas as impurezas.» E orais durante alguns minutos.
Beber água quente
Podeis purificar o vosso organismo bebendo água que nte bem fervida, em jejum. A água quente é um remédio natural, inofensi vo e muito poderoso. No organismo encontram-se depósitos que só podem ser e liminados jejuando e bebendo água muito quente, pois, sob o efeito do ca lor, os tecidos dilatam-se e a circulação melhora. Experimentai e vereis quantos males podem ser evitados ou curados graças ao uso regular da água quente: as dores de cabeça, a febre, a falta de apetite... A arterioscleroseé provocada por certas matérias que se depositam nas paredes das artérias, endurecendo-as. Ao bebermos água quente, provocamos a dissolução de uma grande quant idade dessas matérias e daí resulta uma redução do endurecimento dos tecido s.
1 A meditação
OEnsinamento da Fraternidade Branca Universal recome nda aos discípulos que assistam todas as manhãs ao nascer do sol, de 2 1 de Março a 21 de Setembro. O capítulo IX é dedicado a esta questão.
Antes de começardes seja o que for, deveis sentar-v os tranquilamente para que a paz se introduza em vós, deveispôr-vos em harmoni a com o Universo e ligar-vos ao Criador, consagrando-Lhe, pela oração e pela meditação, esse dia que começa.
Eis um exercício para praticar todas as manhãs: Erguei o braço direito, com a mão estendida para o alto, projectando, pelo pensamento, a vossa mão astral atéao trono de Deus, e dizei: «Meu Deus, tudo o que possuo Te pertence. Serve-Te de mim para triu nfo e glória do Teu Reino. Cumprirei a Tua vontade. Que o Teu amor, a Tua sabe doria e o Teu poder se manifestem através de mim.» Há dias em que não pode mos pronunciar esta fórmula com todo o nosso coração, porque sentimos i nteriormente qualquer coisa que não quer ceder. É preciso chegarmos ao po nto de conseguirmos dizer sinceramente esta fórmula, não de tempos a te mpos, mas todos os dias.
Feliz aquele que puder dizer: «Meu Deus, eu sou Teu servidor, dispõe de mim