Música e religião

De
Publié par

As religiões tradicionais africanas e a música...

Publié le : jeudi 18 octobre 2012
Lecture(s) : 39
Licence : Tous droits réservés
Nombre de pages : 8
Voir plus Voir moins
Cette publication est uniquement disponible à l'achat
As religiões tradicionais africanas e a música
Na África, o canto sempre foi associado a todas as circunstâncias da vida : nascimentos,lutos, jogos, preces, trabalho, guerras, amor… A música está presente em todos essesmomentos-chave da vida social dos povos, não só como vetor participativo nas reuniõesda comunidade, mas também como um canal informativo sobre o conteúdo dessasreuniões.
A associação dos termos música e religião na África é, a priori, de valor informativo.O uso da música pela religião e a procura de inspiração em terreno religioso através damúsica não necessitam mais ser demonstrados. Ha séculos a relação entre esses setores étão próxima que dificilmente acreditamos que um possa ter existido sem o outro. Comexceção do Islã que levanta eternamente uma discussão sobre o lugar da música na práticapropriamente religiosa, música e religião parecem formar um casal homogêneo.O termo"música-sacra" sempre é um termo genérico que engloba confusamente tudo o quese canta e se toca nos lugares de culto. Mas deve-se fazer uma distinção entre o "canto" e a"música" e, na África, entre o canto e o som do atabaque. Em resumo, pode-se dizer que amúsica religiosa, aquela que tanto pela intenção do autor quanto pelo sentido e objetivo daobra, visa expressar e suscitar sentimentos piedosos e religiosos. Em conseqüência, "ajudagenerosamente a religião".O ser humano é dotado de uma religiosidade e esta é universal e floresce entre todos os povos.Assim, o nascimento de espontâneos cantos populares de conteúdo religioso faz parte desse
Soyez le premier à déposer un commentaire !

17/1000 caractères maximum.