Cette publication est accessible gratuitement
Télécharger
Venezuela quer ampliar exportação de petróleo à ChinaRecentemente, o ministro dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China, Wang Yi, declarou, em uma Missão pela América Latina, o firmamento com o Governo de Nicolás Maduro, 57º presidente da Venezuela, de aumentar os investimentos no setor de petróleo. A intenção de Maduro é vender à China mais de 1 milhão de barris por dia e aumentar osnegócios com a China.
http://chinalinktrading.com/
Atrás dos EUA, os chineses importaram de 626mil barris de petróleo por dia no ano de 2013, porém isto está prestes a mudar. Em setembro de 2013, apósuma visita de Maduro à Pequim, o governo chinês garantiu o investimento de mais de US$ 20 bilhões em petróleo e em cooperação social, afinal, o governo venezuelano considera a China como um forte parceiro e pretende aumentar cada vez mais seusnegócios coma China.
Após o encontro com Wang Yi, Maduro disse “Vamos juntos numa grande aliança estratégica, civilizacional, humana e, além disso, procuramos dois objetivos: a multipolaridade e a integração econômica”. Segundo ele, o modelo de cooperação entre
os dois países foi um sucesso e demonstrou um novo tipo denegócios com a Chinaque não se baseie no saque econômico dos países e na subordinação a condições leoninas.
Esta missão Latino Americana feita pela China começou em Cuba e aos poucos foi se estendendopara o sul da américa latina, passado pela Argentina e finalmente está no Brasil, com a 1º sessão do Diálogo Estratégico Global em Brasília.
Para saber mais sobrenegócios com a China,um email para mande contato@chinalinktrading.com. Possuímos total conhecimento sobre isto e podemos lhe auxiliar em como lidar com as barreiras existentes dentro do grande dragão chinês. Estamos sempre à sua disposição !