A sociedade no seculo xxi e a sua relaçao com a (in) sustentabilidade e a ética ambiental. Estudo de modelos de algunas comunidades do Brasil, da Espanha e Portugal como exemplo de sustentabilidade e etica ambiental

-

Documents
429 pages
Obtenez un accès à la bibliothèque pour le consulter en ligne
En savoir plus

Description

Colecciones : TD. Ciencias socialesDSC. Tesis del Departamento de Sociología y Comunicación
Fecha de publicación : 5-nov-2010
[ES] Las acciones del hombre autentican la actual crisis
socioambiental de este siglo. Esta tesis describe el proceso histórico del
desarrollo económico que generó el capitalismo y la globalización bien
como sus problemas socioambientales. Hacemos un análisis crítico
acerca de los paradigmas éticos occidentales impuestos en los cambios
socioeconómicos de los últimos siglos que se reflecten directamente en
este nuevo milenio como un conjunto de problemáticas que ruegan
reformulaciones urgentes puesto que constituyen actualmente una de
las más graves y debatidas temáticas: los impactos globales y regionales
generados por el modelo de desarrollo aún vigente, también
describiremos sobre modelos de comunidades, como ejemplo de
sustentabilidad y ética ambiental, hemos adoptado como objeto de
estudio pequeñas comunidades sustentables que evidencian un nuevo
modelo socioambiental como legítimas y eficaces – propuesta
fundamental del desarrollo sostenible. Realizamos estudios, teóricos y
prácticos, utilizando las metodologías: fenomenológica; etnográfica;
comparativa; histórica y evaluación cualitativa, todas subsidios para
los capítulos que posteriormente sirvieron de base para el trabajo de
campo, que consistió en observación participativa en nueve
comunidades alternativas. Los trabajos de coleta de datos se realizaron
en el período comprendidos entre los años de 2008 e 2010 en Brasil,
España y Portugal. La comunidades estudiadas de Brasil fueran en la
región Nordeste (Comunidad Rural de Carfanaum, en Bahía); Sudeste
(Comunidad Rural Bairro Demétria, en Botucatu, São Paulo) y región
Sur (Ecoaldeia Arca Verde en São Francisco de Paula, Rio Grande do
Sul). En España fueron estudiadas comunidades en las regiones:
Noroeste (Ecoaldeas Amayelas de Abajo, en la provincia de Palência);
Norte (Ecoaldea Matavenero y Pobueno, ambas en la provincia de León)
y en el Nordeste (Ecoaldea de Vidipélagos en el municipio de
Valdipélagos). En Portugal, las comunidades visitadas fueron: Aldea de
Sacoias y la Aldea Rio de Onor (ambas miembros del Consejo de
Bragança) y la Aldea de Cidões (miembro del consejo de Vinhais), todas en la región de Tras-Os- Montes, Nordeste del país. Nuestra
investigación confirmó las hipótesis trabajadas mediante tabulación de
datos cualitativos y cuantitativos, que comprueban la sustentabilidad
de estas comunidades mediante principios de responsabilidad ética, uso
de tecnología limpia en la construcción de sus habitaciones , consumo
de energías alternativas , tratamiento de residuos y desarrollo de la
agricultura orgánica, permacultura o biodinámica y creación de
animales ecológicamente correcta. Abordamos la necesidad de un
desarrollo sostenible y de una ética mundial, como solución para
minimizar la crisis ambiental y social, que fue heredada por el siglo XXI.[EN] The human actions make authentic the actual socioenvironmental
crisis of this century. This paper describes the historical
process of the economical development generated by the capitalism and
the globalization as well as the socio-environmental issues. We have
made a critical analysis regarding the occidental ethics paradigms
imposed on the socioeconomics changes of the last centuries, reflected
directly on this millennium as a set of problems that urge
reformulations once it is one of the most discussed actual issues: the
environmental global and regional impact generated by the development
model in vigour until today. The choice for this object of study
establishes this research’s authenticity admitting its usual viability. We
have worked with small sustainable communities that put in evidence
the new social-environment model as a legitimate and effective
fundamental proposal for a sustainable development. We undertook
theoretical and practical studies using the following methodologies:
phenomenology; ethnography; historical comparison and qualitative
evaluation, all subsides to the chapters that were the support to this
research as well as to the fieldwork realized on nine alternative
communities, using participant observation. The process of gathering
data to this paper took place from 2008 to 2010 in Brazil, Portugal and
Spain. In Brazil, the communities studied are in the northeast (Rural
Community Carfanaum- Bahia), southeast (Rural Community Bairro
Demétria- Botucatú, São Paulo) and in the south (Ecovila Arca Verde-
São Francisco de Paula, Rio Grande do Sul). In Portugal we studied
Aldeia de Sacois and Aldeia Rio de Onor that are members of the
Bragaça Board and Aldeia de Cidões, member of the Vinhais Board. The
three of them are situated on the Trás-Os-Montes area, the country’s
northeast region. In Spain the communities we worked with are on the
northwest (Ecoaldea Amayuelas de Abajo-Palencia), North (Ecoaldea
Matavenero y Pobueno- León) and Northeast (Ecoaldea de Valdipielagos-
Valdipielagos). We confirmed in our research the hypothesis analyzing
tabulation of qualitative and quantitative data that prove these
communities sustainability through principles of ethic responsibility,using clean technology on the construction, alternative energy, treating
the residues, developing organic agriculture and permacultura and
creating animals on an ecological way. We approach the idea of the
need to a sustainable development and the existence of an ethic
worldwide accepted as a solution to minimize the environmental and
social crisis inherited from the XXI century as well as we describe
models of communities that are examples of sustainability and
environmental ethics.

Sujets

Informations

Publié par
Publié le 05 novembre 2010
Nombre de visites sur la page 69
Langue Español
Signaler un problème

UNIVERSIDADE
DE
SALAMANCA

DEPARTAMENTO:
SOCIOLOGIA
E
COMUNICAÇÃO

DOUTORADO
EM
MEIO
AMBIENTE
NATURAL
E

HUMANO
EM
CIÊNCIAS
SOCIAIS


A
SOCIEDADE
NO
SÉCULO
XXI
E
A
SUA
RELAÇÃO
COM
A

(IN)SUSTENTABILIDADE
E
A
ÉTICA
AMBIENTAL


EstudodeModelos–ComunidadesdealgumasRegiõesdo
BrasildaEspanhaePortugal,comoexemplo
deSustentabilidadeeÉticaAmbiental.

TESE
DOUTORAL


Dª.IraciGomesBonfim
Dr.D.ÁngelInfestasGil
DrªDª.ValentinaMayaFrades

Salamanca

Espanha

Julho
2010


IRACI
GOMES
BONFIM

A
SOCIEDADE
NO
SÉCULO
XXI
E
A
SUA
RELAÇÃO
COM
A

(IN)SUSTENTABILIDADE
E
A
ÉTICA
AMBIENTAL


EstudodeModelos–ComunidadesdealgumasRegiõesdo
BrasildaEspanhaePortugal,comoexemplo
deSustentabilidadeeÉticaAmbiental.

TeseapresentadaaoDepartamentode
Sociologia e Comunicação como
requisito parcial à obtenção do
DiplomadeDoutorpelaUniversidade
deSalamanca.

Diretor:Dr.D.ÁNGELINFESTASGIL
CatedráticodaEscolaUniversitáriade
Sociologia da Universidade de
Salamanca.
Co5diretor:Drª.Dª.VALENTINAMAYA
FRADES. Professora Catedrática da
FaculdadedeEducação.

Salamanca

Espanha

Julho
2010

iii












Ficha
Catalográfica




iv


DEPARTAMENTO
DE
SOCIOLOGIA
E
COMUNICAÇÃO

DOUTORADO
EM
MEIO
AMBIENTE
NATURAL
E

HUMANO
EM
CIÊNCIAS
SOCIAIS


IRACI
GOMES
BONFIM


A
SOCIEDADE
NO
SÉCULO
XXI
E
A
SUA
RELAÇÃO
COM
A

(IN)SUSTENTABILIDADE
E
A
ÉTICA
AMBIENTAL


EstudodeModelos–ComunidadesdealgumasRegiõesdo
Brasil,daEspanhaePortugal,comoexemplo
deSustentabilidadeeÉticaAmbiental



Tese aprovada em _____ /_____ /2010 para obtenção do Diploma de
DoutorpelaUniversidadedeSalamanca.

Banca
Examinadora:


Presidente(a)

Secretario(a)

Convidado(a)

Convidado(a)

Convidado(a)
v

AGRADECIMENTOS


AmeuDeus,forçainesgotáveldoUniverso,que,pelaminhaféme
feztrilhareobterconquistasnestavidaterrena.Agradeçotambémpela
minhavida,peloarquerespiro,pelaáguaquemehidrata,pelosoloque
caminhorumoaoabraçodosmeussemelhantes,aoDeus,quepermite
que eu sonhe em ver a humanidade unida, fraterna, solidária e
respeitandoGaia.
Quero expressar meus agradecimentos às Instituições que
apoiaram e contribuíram na nossa formação e projeção profissional:
Universidade Estadual de Feira de Santana e Universidade de
Salamanca.
AosprofessoresDr.D.AngelInfestasGileaDrª.Dª.Valentina
MayaFrades,pelaoportunidadeemseremmeusdiretores,atendendo5
meeorientando5mesemprequenecessário.
Ao Dr. Eduardo Fraile Gonzaléz pela compreensão, préstimo e
atendimentotutorial.
Aos professores: Dr. Valentim Cabero Diegues, Drª. Marta
VázquezMartín,Drª.ÂngelaBarrónRuiz,Drª.CarmenVelayosPalácio,
Drª. Maria de Fátima Paixão, pela disponibilidade em transmitir seus
conhecimentos, instruções, discussões e sugestões de forma tão
competente.
Aos pioneiros da Ética Ambiental, e a todos os autores
consultados,dosquaismeaproprieidecitações,aproveitopararender
minhashomenagens.
Aosmeusfilhos,netos,assimcomoaosmeuspaiseirmãos,por
acreditaremeteremparticipadodessesonho,obrigadaporexistirem.
Aos entrevistados das Comunidades do Brasil: Jorge Blach e
esposa (Comunidade Demétria); Ariel Reis, Osmar, Gilvan Xavier,
Juscerlando Souza, Carla Nascimento (Comunidade de Cafarnaum5
Bahia); Leandro Sparrenberger e demais companheiros (Comunidade
Arca Verde S.F.P. 5 Rio Grande do Sul); Comunidades da Espanha:
GeronimoAguado(ComunidadedePalência);Cristina(Comunidadede
Matavenero);VictorTorreseMaríaJosé(ComunidadedeValdipiélagos)
vii

e Comunidades de Portugal: Mario Pinelo Leale (Comunidade de
Sacoias); Maria Alice (Comunidade de Cidões); Antonio José Preto
(Comunidade de Rio de Onor) e a todos os demais membros das
comunidades, pelo carinho, acolhida e informações fornecidas nas
entrevistas.
A todas as pessoas que de forma direta ou indireta facilitaram
paraqueobtivéssemosêxitonacoletadosdados,destainvestigação.
Aoscolegas:Vescijudth,Álvaro,Ivana,Cleber,Catyapelaajuda,
carinho,companheirismo,amizadeeauxílionostrabalhosdecampo.
Aos amigos, Carol, Rita, Ceres, Nelson pela amizade, carinho,
presença e apoio indispensáveis para manter5me animada e menos
solitária.
ÀcolegaHelenaMariaLimadaSilva,pelascríticaspertinentese
pormeajudararefletirsobresolidariedade.
Aos queridos sobrinhos, Laura Caroline Ribeiro, Manuela e
Marcelo Bonfim Conceição, pela colaboração, durante o período de
construçãodestatese.
AopreciosofilhoAndré,agradeçopeloamor,paciência,carinho,
apoioeprocupação.
Emhomenagemàminhamuitoamadasobrinha,companheirae
colaboradora,IandeciLimaBonfim(InMemoriam)dedicoestatese.

viii

RESUMO

As ações antrópicas, autenticam a atual crise socioambiental
deste século. Esta tese descreve o processo histórico do
desenvolvimento econômico que gerou o capitalismo e a globalização
bemcomoosproblemassocioambientais.Fazemosumaanálisecrítica
acerca dos paradigmas éticos ocidentais, impostos nas mudanças
socioeconômicas dos últimos séculos, refletindo5sediretamente neste
novomilênio,comoumconjuntodeproblemáticasquerogamurgentes
reformulações, pois constituem uma das mais graves e debatidas
temáticas atuais: os impactos ambientais globais e regionais, gerados
pelo modelo de desenvolvimento ainda hoje em vigência, também
descreveremos sobre modelos de comunidades, como exemplo de
sustentabilidade e ética ambiental, adotadas por pequenas
comunidades sustentáveis, que evidenciam um novo modelo
socioambiental como legitimas e eficazes, proposta fundamental do
desenvolvimento sustentável. Realizamos estudos, teóricos e práticos,
utilizando metodologias: fenomenológica, etnográfica, comparativa,
históricaeavaliaçãoqualitativa,buscandosubsídiosparaoscapítulos
que servirão como bases de estudo para o trabalho de campo, com
observação participante, em nove comunidades alternativas. Os
trabalhos de coleta de dados realizaram5se no período compreendido
entre os anos de 2008 a 2010 no Brasil, Espanha e Portugal. Foram
estudadas as comunidades do Brasil nas regiões: Nordeste
(Comunidade Rural de Cafarnaum no Estado da Bahia); Sudeste
(Comunidade Rural Bairro Demétria, em Botucatu, Estado de São
Paulo)eSul(EcoaldeaArcaVerdeemSãoFranciscodePaulanoEstado
doRioGrandedoSul).NaEspanhaforamestudadasascomunidades
nas regiões: Noroeste (Ecoaldeia Amayuelas de Abajo, na Província de
Palência);Norte(EcoaldeiaMataveneroyPobueno,povoadodaProvíncia
de León) e no Nordeste (Ecoaldeia de Valdipiélagos no Município de
Valdipiélagos).EmPortugal,ascomunidadesAldeiasde:SacoiaseRio
deOnorquepertencemaoConselhodeBragança,enquantoaAldeiade
Cidões pertence ao Conselho de Vinhais, as três aldeias estão
localizadas no Nordeste de Portugal na Região dos Trás5os5Montes.
ix

Nossa investigação confirmou as hipóteses trabalhadas mediante
tabulação de dados qualitativos e quantitativos, que comprovam a
sustentabilidade destas comunidades mediante princípios de
responsabilidadeética,usodetecnologialimpanaconstruçãodesuas
habitações,consumodeenergiasalternativas,tratamentoderesíduose
desenvolvimentodeagriculturaorgânica,permaculturaoubiodinâmica
ecriaçãodeanimaisecologicamentecorreta.Abordamosanecessidade
de um desenvolvimento sustentável e de uma ética mundial, como
soluçãoparaminimizaracriseambientalesocial,quefoiherdadapelo
séculoXXI.

Palavras
Chaves:
Problemas Socioambientais.
Ética.
Sustentabilidade.ComunidadesAlternativas.Comunidadesrurais.
x