Bosch
81 pages
Português

Découvre YouScribe en t'inscrivant gratuitement

Je m'inscris

Bosch , livre ebook

-

Découvre YouScribe en t'inscrivant gratuitement

Je m'inscris
Obtenez un accès à la bibliothèque pour le consulter en ligne
En savoir plus
81 pages
Português
Obtenez un accès à la bibliothèque pour le consulter en ligne
En savoir plus

Description

Muito antes de serem inventados os jogos electrónicos já Hiëronymus Bosch pintava monstros terríveis, embora estranhamente admirados, frequentemente com um toque humorístico. Os seus trabalhos são declarações assertivas sobre os perigos a que se submetem aqueles que abandonam os ensinamentos de Cristo. Com um período de vida de 1450 a 1516, Bosch nasceu no auge da renascença e testemunho as suas guerras religiosas. Os valores e tradições medievais desmoronavam-se, abrindo caminho para um novo universo onde a fé perdia o seu poder e muita da sua magia.
Bosch decidiu avisar os cépticos sobre os perigos a que se submetiam todos aqueles que perdiam a fé em Deus. Acreditando que cada um devia fazer as suas próprias escolhas morais, concentrou-se nos temas do inferno, paraíso e luxúria, explorando de forma brilhante o simbolismo duma grande variedade de frutos e plantas às quais associou uma forte conotação sexual.

Sujets

Informations

Publié par
Date de parution 22 décembre 2011
Nombre de lectures 0
EAN13 9781780425788
Langue Português
Poids de l'ouvrage 26 Mo

Informations légales : prix de location à la page 0,0175€. Cette information est donnée uniquement à titre indicatif conformément à la législation en vigueur.

Exrait

BOSCH
2
© Confidential Concepts, worldwide, EUA © Sirrocco, Londres (Versão portuguesa)
Tradução: Ana Luísa Cruz, Lisboa
Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida ou adaptada sem a prévia autorização do detentor dos direitos para todo o mundo. Desde que nada seja especificado em contrário, os direitos respeitantes às obras reproduzidas são pertença dos respectivos fotógrafos. Apesar de pesquisas intensivas, nem sempre foi possível determinar o detentor dos direitos. Onde tal se verifica, agradeceríamos a notificação.
ISBN 9781780425788
Hieronymus Bosch
3
4
HIERONYMUS BOSCH e a “TENTAÇÃO” de LISBOA UMA PRESPECTIVA a partir do TERCEIRO MILÉNIO m 1951, o volume de Wilhelm Fränger,The Millenium of Hieronymus Bosch: Outlines of a New Interpretation,foi traduzido para Inglês. O livro causou sensação, tanto acoEmpanhado por ilustrações a cores, naLife Magazine, foi, provavelmente, o factor no meio académico, como entre o público em geral. Um artigo sobre o livro principal que trouxe Bosch ao conhecimento do público, pois até àquela data pouco ou nada havia sido publicado sobre ele. A interpretação de Fränger, defendendo que Bosch terá realizado as suas grandiosas peças de altar, não para fins religiosos ortodoxos, mas para outros cultos religiosos, estava a ser divulgada como um ponto de viragem na compreensão da obra deste enigmático artista. Enquanto a maioria dos historiadores de arte que se dedicaram ao estudo da vida e obra de Bosch após a morte de Fränger, em 1964, se opuseram às contenções de Fränger, alguns ainda continuam a defender a sua asserção de que o GrãoMestre de um culto de Adamitas ditou as suas imagens secretas a Bosch, que teriam sido por ele reveladas no impressionante quadro que se encontra no Museo del Prado,O Jardim das Delícias(p. 2627) e em vários outros quadros de menor escala. Os escritores que comentaram a obra de Bosch nos, aproximadamente, cinco séculos que se seguiram à sua morte, atribuíramlhe uma tal reputação de “faizeur de diables(Gossart), que até ao período moderno, Bosch não era sequer considerado um artista. Foram maioritariamente as suas frenéticas cenas relacionadas com o tema do inferno que atraíram tal atenção. Ao representar as criaturas e cenários destes “infernos” com um naturalismo tão detalhado, estes tornaramse tão verosímeis que foram interpretados como pura evocação. Enquadrando a situação no contexto do pensamento da época medieval, o indivíduo que possuísse a capacidade de revelar, de uma forma tão evidente, os seus piores medos, deveria ter sido um feiticeiro ou um louco, ou mesmo um instrumento do próprio Diabo. Escritores mais recentes reflectiram este pensamento analítico, ou, no prolongamento do efeito racionalista do Renascimento e da Reforma, fizeram com que Bosch fosse visto como representante do pior da época Medieval. Quando mencionado, não era referido como artista, mas como um personagem peculiar. Eventualmente, viria a ser desconsiderado e esquecido. Passaram pelo menos dois séculos até haver um ressurgimento de interesse neste artista, na última metade do Século XIX.
1.A Morte do Avarento, óleo sobre madeira, National Gallery of Art, Washington (dizse que estaria pendurado por cima da cama de Felipe II, no Escorial, aquando da sua morte; actual mente julgase que tenha feito parte de um painel de um retábulo)
5
6
2.Tratamento da Loucura, também chamadoA Extracção da Pedra da Loucura, óleo sobre madeira, 48 x 35 cm, Museo del Prado, Madrid
3. Anónimo,Retrato de Hieronymus Bosch, ca. 1550, lápis e sanguínea, 41 x 28 cm, Bibliothèque Municipal d’Arras, Arras
7
8
  • Accueil Accueil
  • Univers Univers
  • Ebooks Ebooks
  • Livres audio Livres audio
  • Presse Presse
  • BD BD
  • Documents Documents