Schiele
81 pages
Português

Découvre YouScribe en t'inscrivant gratuitement

Je m'inscris

Schiele , livre ebook

-

Découvre YouScribe en t'inscrivant gratuitement

Je m'inscris
Obtenez un accès à la bibliothèque pour le consulter en ligne
En savoir plus
81 pages
Português
Obtenez un accès à la bibliothèque pour le consulter en ligne
En savoir plus

Description

Egon Schiele (1890-1918) é um artista incontornável do Expressionismo.
Influenciado por Klimt e a Secessão Vienense, ele desliga-se ainda muito jovem da arte oficial austríaca. Nervoso, os seus numerosos trabalhos de nús e auto-retratos são fiéis à imagem deste grande artista: eróticos, sensuais e torturados.
Graças ao seu texto e às obras que o ilustram, esta obra transmite-nos todo o talento deste artista que morreu subitamente em 1918.

Sujets

Informations

Publié par
Date de parution 22 décembre 2011
Nombre de lectures 0
EAN13 9781780425764
Langue Português
Poids de l'ouvrage 14 Mo

Informations légales : prix de location à la page 0,0175€. Cette information est donnée uniquement à titre indicatif conformément à la législation en vigueur.

Exrait

SCHIELE
SCHIELEPS Shiele 4C.qxp 10/24/2006 2:18 PM Page 2PS Schiele Por 21 Dec 05.qxp 12/27/2005 8:05 AM Page 2
© Confidential Concepts, worldwide, USA
© Sirrocco, Londres (edição portuguesa)
ISBN 978-1-78042-576-4

Todos os direitos de adaptação e de reprodução reservados para
todos os países.
Salvo menção contrária, o copyright das obras reproduzidas
encontram-se junto dos fotógrafos que são os autores. Apesar
das nossas pesquisas, foi-nos impossível estabelecer os direitos
de autor em alguns casos. Em caso de reclamação,
solicitamoslhe que se dirija à casa de edição.PS Shiele 4C.qxp 10/24/2006 2:18 PM Page 3PS Schiele Por 21 Dec 05.qxp 12/27/2005 8:05 AM Page 3
Egon
SchielePS Shiele 4C.qxp 10/24/2006 2:18 PM Page 4
4PS Schiele Por 21 Dec 05.qxp 12/27/2005 8:05 AM Page 5PS Shiele 4C.qxp 10/24/2006 2:18 PM Page 5
m 1964, Oskar Kokoschka classificou a primeira grande exposição de Schiele, em
Londres, como «pornográfica». Na época da descoberta da arte moderna e da perdaEdo «tema», Schiele respondeu que para ele a modernidade não existia, apenas o
«eterno». O mundo do artista fechou-se nos retratos do corpo, sem qualquer compromisso
local e temporal. A auto-descoberta torna-se uma revelação sem descanso de si próprio,
assim como dos seus modelos. A enciclopédia alemã de arte Thieme & Becker qualifica
Schiele como um erótico, porque a sua arte é a representação erótica do corpo humano.
No entanto, o artista não se debruçava apenas sobre um estudo do feminino, mas também
da nudez masculina. Os seus modelos são caracterizados por uma liberdade incrível no
que respeita às suas sexualidades, auto-estima, homossexualidade ou atitudes
voyeurísticas, assim como à sedução habilidosa do observador.
Clichés e padrões de beleza feminina, como uma suavidade perfeita e uma frescura
escultural, não são o que lhe interessa. Ele sabe que o impulso de olhar está interligado
com os mecanismos de repugnância e sedução. E é o corpo que detém, em si mesmo, a
força do sexo e da morte. A fotografia, Schiele no Leito de Morte (pág. 8), mostra o jovem de
vinte e oito anos como que adormecido, o corpo magro completamente extenuado, a
cabeça pousada sobre o braço dobrado; a semelhança com os seus desenhos é
surpreendente.
Devido ao elevado perigo de contágio, as últimas visitas só puderam comunicar com o
Schiele infectado com a gripe espanhola através de um espelho, no qual ele se tinha visto
reflectido e os seus modelos, que se encontrava na soleira da porta entre o quarto e a saleta.
Nesse mesmo ano, 1918, Schiele tinha desenhado um mausoléu para ele e para a mulher.
Saberia ele, que tantas vezes se referiu a si mesmo como uma pessoa de visão, que o seu fim
estava próximo? O seu destino individual funde-se colectivamente com a queda do velho
sistema que era o Império dos Habsburgo? A vida produtiva de Schiele prolonga-se por
escassos dez anos, embora durante esse tempo tenha produzido 334 pinturas a óleo e 2.503
desenhos (Jane Kallir, Nova Iorque. 1990).
Schiele pintou retratos e paisagens que se assemelham a naturezas mortas, mas
tornou-se famoso como desenhador. Enquanto Sigmund Freud refere os prazeres 1. A Maliciosa (Gertrude
reprimidos da alta sociedade vienense, que veste as mulheres com espartilhos e vestidos Schiele), 1910.
de roda em balão e lhes concede exclusivamente um papel de futuras mães, Schiele despe Guache, aguarela e
os seus modelos. Os seus estudos de nus penetram com toda a brutalidade no domínio carvão com realce a
privado dos seus modelos e confronta definitivamente o observador com a sua própria branco, 45 x 31,4 cm,
sexualidade. Colecção Particular.
55PS Schiele Por 21 Dec 05.qxp 12/27/2005 8:05 AM Page 6PS Shiele 4C.qxp 10/24/2006 2:18 PM Page 6
2. Rapariga Nua com os
Braços Cruzados
(Gertrude Schiele),
1910.
Aguarela e carvão,
48,8 x 28 cm,
Graphische Sammlung
Albertina, Viena.
3. Nu Feminino Sentado
com o Braço Direito
Levantado, 1910.
Aguarela e carvão,
45 x 31,5 cm,
Historisches Museum
der Stadt Wien, Viena.
6PS Shiele 4C.qxp 10/24/2006 2:18 PM Page 7
7PS Schiele Por 21 Dec 05.qxp 12/27/2005 8:05 AM Page 8PS Shiele 4C.qxp 10/24/2006 2:43 PM Page 8
A Infância de Schiele
Sob o signo da era moderna e industrial, com o ruído dos engenhos a vapor a funcionarem nas
fábricas e massas humanas trabalhando nelas, Egon Schiele nasceu numa estação dos caminhos
de ferro de Tulln, uma pequena cidade da baixa Áustria, junto ao Danúbio, a 12 de Junho de 1890.
4. Schiele no seu Leito de Depois das irmãs mais velhas Melanie (1886-1974) e Elvira (1883-1893) nasceu ele, o terceiro
Morte, 1918. filho do director dos caminhos-de-ferro Adolf Eugen (1850-1905) e da sua mulher Maria,
Soukoup de solteira (1862-1935). Os fantasmas de três rapazes que nasceram mortos foram os
5. Rapariga Deitada com precursores do único filho que, aos três anos de idade, viria a perder a irmã Elvira de dez.
Vestido Azul-Escuro, A grande mortalidade infantil daqueles tempos viria, mais tarde, a ser caracterizada na
1910. obra de Schiele e nas suas imagens de mulheres. Em 1900, frequentou a escola secundária
Guache, aguarela e de Krems. Mas era um aluno fraco, que constantemente se refugiava nos seus desenhos, os
plumbagina, realçado a quais foram queimados pelo pai enraivecido que, em 1902, decidiu enviar o filho para a
branco, 45 x 31,3 cm escola regional secundária e complementar, em Klosterneuburg. O jovem Schiele teve uma
Colecção Particular, infância difícil, marcada pela doença do pai, que sofria de sífilis, a qual, segundo rezam as
cortesia da Galerie St. crónicas da família, teria contraído durante a sua lua-de-mel, em consequência de uma visita
Etienne, Nova Iorque. a um bordel em Trieste.
8

  • Accueil Accueil
  • Univers Univers
  • Ebooks Ebooks
  • Livres audio Livres audio
  • Presse Presse
  • BD BD
  • Documents Documents