Caracterização da criação de suínos locais em sistema de utilização tradicional no estado da Paraíba, Brasil (Characterization of the local pig creation in traditional system in the state of the Paraíba, Brazil)

De
Publié par

Resumo
Este trabalho teve como objetivo caracterizar a situação de criação dos suínos locais, através da aplicação de questionários semi-estruturados, no município de Remígio, no estado da Paraíba, Brasil. Observou-se que esta região caracteriza-se por unidades de produção agrária familiar com 91,4 p.100 da mão-de-obra familiar e 86,2 p.100 das unidades localiza-se na zona rural, sendo que 87,9 p.100 dos entrevistados eram proprietários. Observou-se que 62,1 p.100 dos criadores não recebem assistência técnica e em 98,3 p.100 das unidades não há inspeção por nenhum órgão. Espera-se com a continuidade deste trabalho caracterizar os suínos naturalizados, existentes na Paraíba, conscientizar os produtores rurais sobre a importância da conservação genética desses animais e, finalmente constituir o primeiro banco de dados da região que dê suporte a programas de conservação genética dos suínos.
Abstract
This work had as objective to characterize the situation of the local pigs breeding, through the application of half-structuralized questionnaires, in the city of Remígio, Paraíba, Brazil. It was observed that this region is characterized for units of familiar agrarian production with 91.4 percent of the familiar man power and 86.2 percent of the units be situated in the agricultural zone, being that 87.9 percent. It was observed that 62.1 percent of the creators do not receive assistance technique and in 98.3 percent of the units does not have inspection for no agency. This work will being to characterize naturalized pigs, existing in the Paraíba, to acquire knowledge the agricultural producers on the importance of the genetic conservation of these animals and, finally to constitute the first data base of the region that gives to support the programs of pigs genetic conservation.
Publié le : samedi 1 janvier 2005
Lecture(s) : 205
Source : Archivos de Zootecnia 0004-0592 2005 Vol. 54 Núm. 206 pp: 523-528
Nombre de pages : 7
Voir plus Voir moins
Cette publication est accessible gratuitement

CARACTERIZAÇÃO DA CRIAÇÃO DE SUÍNOS LOCAIS EM
SISTEMA DE UTILIZAÇÃO TRADICIONAL NO ESTADO DA
PARAÍBA, BRASIL
CHARACTERIZATION OF THE LOCAL PIG BREEDING IN TRADITIONAL SYSTEM IN THE
STATE OF THE PARAIBA, BRAZIL
1 2 2 3 4Silva Filha, O.L. , D.N.M. Alves , J.F. Souza , E.C. Pimenta Filho , J.R.B. Sereno ,
3 5 1 6L.P. Gomes da Silva , M.N. Ribeiro , R.J.F. Oliveira e G. Castro
1Doutorandos CCA/UFPB/PDIZ. Centro de Ciências Agrárias. Programa de Doutorado Integrado em
Zootecnia. CEP: 58.397-000 - Areia. Paraíba. Brasil. E-mail: frutadoconde@yahoo.com
2Bolsistas PIBIQ/CNPq - DZ/CCA/ UFPB/Campus III. CEP: 58.397-000 - Areia, PB. Brasil.
3DZ/CCA/UFPB/Campus III. CEP: 58.397-000 - Areia, PB, Brasil.
4Embrapa Pantanal, Cx. Postal 109, CEP: 79320-900, Corumbá, MS. Brasil.
5Departamento de Zootecnia UFRPE - CEP: 52.010-120 - Recife, PE. Brasil.
6Área de Producción Porcina, Facultad de Veterinaria, Montevideo, CP 11600. Uruguay.
PALAVRAS CHAVE ADICIONAIS ADDITIONAL KEYWORDS
Suíno. Conservação. Nordeste brasileiro. Pigs. Conservation. Brazilian northeast.
RESUMO
Este trabalho teve como objetivo caracteri- conservação genética dos suínos.
zar a situação de criação dos suínos locais,
através da aplicação de questionários semi-
estruturados, no município de Remígio, no esta- SUMMARY
do da Paraíba, Brasil. Observou-se que esta
região caracteriza-se por unidades de produção This work had as objective to characterize
agrária familiar com 91,4 p.100 da mão-de-obra the situation of the local pigs breeding, through
familiar e 86,2 p.100 das unidades localiza-se na the application of half-structuralized ques-
zona rural, sendo que 87,9 p.100 dos entrevista- tionnaires, in the city of Remígio, Paraíba, Brazil.
dos eram proprietários. Observou-se que 62,1 It was observed that this region is characterized
p.100 dos criadores não recebem assistência by familiar agrarian production units with 91.4
técnica e em 98,3 p.100 das unidades não há percent of the familiar man power. The 86.2
inspeção por nenhum órgão. Espera-se com a percent of the units were located in the agricultural
continuidade deste trabalho caracterizar os suínos zone, and 87.9 percent of interviewed were
naturalizados, existentes na Paraíba, cons- owners. It was observed that 62.1 percent of the
cientizar os produtores rurais sobre a importância breeders do not receive technical assistance
da conservação genética desses animais e, and in 98.3 percent of the units have no inspection
finalmente constituir o primeiro banco de dados for any agency. One expects with the continuity
da região que dê suporte a programas de of this work, to characterize naturalized pigs
Arch. Zootec. 54: 523-528. 2005.
CaracterizacaoSilva.p65 523 22/12/2005, 13:01SILVA FILHA ET AL.
existing in the Paraíba, to clarify to the countrymen ao cruzamento desordenado estabe-
the importance of the genetic conservation of lecido. Entretanto, são rústicos e muito
these animals and, finally, to constitute the first menos exigentes em alimentação e
database of the region that gives support to the manejo que as raças melhoradas
pig genetic conservation programs. (Carvalho, 2000).
Quando Silva et al. (2005) avalia-
ram a condição socioeconômica dos
INTRODUÇÃO suinocultores do Estado de Pernambu-
co, encontram tanto nos núcleos urba-
As raças suínas brasileiras foram nos como rurais, problemas como falta
formadas a partir de animais descen- de conhecimento, de infra-estrutura,
dentes daqueles introduzidos no Brasil assistência técnica e subsídios. Os
durante o período colonial, no século autores afirmaram que cabe aos órgãos
XVI. Tais animais eram usados por competentes e entidades representati-
pequenos proprietários, e destacavan- vas, promoverem programas que
se por suas características como: assistam aos criadores, oferecendo-
rusticidade, adaptabilidade para lhes melhores condições para o
condições pobres de administração e exercício da atividade.
alimentação, alem de grande resistên- Japiot e Tonneau (2002), realizaram
cia a doenças (Ferreira e Lima, 2001 e um diagnóstico dos sistemas produtivos
Mariante et al., 2003). e dos sistemas de criação do Agreste
A suinocultura brasileira, até os anos da Paraíba. Neste trabalho registraram
50, estava alicerçada basicamente em que os sistemas de produção criam
sistemas extensivos com utilizaçao bovinosHoje, os sistemas de produção
quase que exclusivamente de raças dos pequenos agricultores da região do
nacionais, produtoras de banha que Brejo do Roçado estão em transfor-
apresentavam baixos índices zootécni- mação devido ao desaparecimento das
cos. A crescente procura por animais principais culturas de renda, da
mais produtivos e também com baixo degradação dos recursos naturais e do
teor de gordura na carcaça, foi uma contexto socioeconômico em crise do
das causas da redução no número ou local. Entretanto, informações sobre
até eliminação de indivíduos que não os suínos locais na Paraíba são
satisfaziam este padrão de mercado. inexistentes. Esta espécie necessita
Isso promoveu a perda de material de cuidados especiais e maior atenção,
genético, cuja importância ainda não pois os agricultores quando os possuem
foi suficientemente avaliada para a são em pequenas quantidades e, se não
sustentabilidade da suinocultura ex- houverem estudos voltados para a
tensiva brasileira. conservação desta espécie, sua
No Nordeste brasileiro, ainda extinção será inevitável.
encontram-se pequenas populações de De acordo com Sereno e Sereno
suínos, oriundos daqueles trazidos pe- (2000), com a modernização da agri-
los colonizadores. Geralmente apre- cultura, muitos dos recursos genéticos
sentam pelagens, tamanhos e caracte- animais no Brasil se encontram em
rísticas morfológicas diversas devido deriva genética devido a constante
Archivos de zootecnia vol. 54, núm. 206-207, p. 524.
CaracterizacaoSilva.p65 524 22/12/2005, 13:01CARACTERIZAÇÃO DA CRIAÇÃO DE SUÍNOS LOCAIS DA PARAÍBA, BRASIL
introdução de raças exóticas altamen- Foram aplicados questionários semi-
te especializadas para a produção ani- estruturados nas Unidades de Produção
mal. Esses autores afirmam que, Agrária Familiar (UPAF's), permi-
praticamente não existem mais raças tindo-se conhecer: o tamanho, a loca-
autóctonas de aves e suinos e as existen- lização das unidades e a situação
tes, se encontram em vias de extinção. econômica das mesmas; os manejos
Portanto, fica clara a necessidade de (sanitário e alimentar), as instalações,
planejamento e execução de ações assistência técnica e fiscalização, per-
voltadas à conser-vação para utilização tinentes aos respectivos rebanhos lo-
racional das mesmas, considerando a calizados.
biodiversi-dade local. Os dados qualitativos e quantitativos
Verifica-se que problemas se- foram analisados através de distri-
melhantes são vividos em outros paí- buição de freqüência e os quantitativos
ses, como do suíno Mamelado Uruguaio através de estatística descritiva (SAS,
avaliado por Castro et al. (2003). Os 1999).
autores afirmaram que nunca houve
qualquer tipo de atenção para a raça,
embora a situação econômica atual e RESULTADOS E DISCUSSÃO
problemas locais no setor de carne
A maior parte das UPAF'S estásuína fazem necessária a procura de
localizada na zona rural (86,2 p.100),alternativas produtivas.
sendo que 87,9 p.100 dos entrevista-Em vista dos escassos trabalhos
dos são donos das unidades, caracteri-realizados com suínos locais no Nor-
zando-se unidades de produção agráriadeste brasileiro, esta pesquisa tem
familiar, uma vez que 91,4 p.100 doscomo objetivo realizar um diagnóstico
entrevistados afirmaram que a mão-da situação de criação dos suínos locais,
de-obra utilizada nas criações eraencontrados no municipio de Remigio,
basicamente familiar. Verificou-se que:interior da Paraíba, com vistas à
43,1; 20,7 e 6,9 p.100 das unidadesconscientização dos criadores e a
tinham £ 1, de 1 a 10, e > 10 hectareselaboração de propostas alternativas
(ha), respectivamente, e que 10,34para promover a preservação e
p.100 não possviam propriedade ruralconservação genética das raças
(SPR) e 18,97 p.100 não souberamnacionais existentes no Estado da
informar (NI) (figura 1). Tais dadosParaíba, Brasil.
demonstram que a maioria das unida-
des visitadas no município de Remígio
retrata unidades pequenas, nas quaisMATERIAL E MÉTODOS
deveria se concentrar os esforços para
Este trabalho foi realizado através diminuir o êxodo rural, favorecendo as
de visitas in loco a 58 criadores de condições de vida dessa população
suínos, no município de Remígio, loca- através da produção dos suínos nati-
lizado na microrregião do Curimataú vos.
Ocidental, no estado da Paraíba - Bra- Quanto a alimentaçao animal, foi
sil. registrado o uso de grande diversidade
Archivos de zootecnia vol. 54, núm. 206-207, p. 525.
CaracterizacaoSilva.p65 525 22/12/2005, 13:01SILVA FILHA ET AL.
criadores utilizavam água de açude,
45
40 mesmo percentual foi encontrado para
35 os que forneciam água da chuva
30
armazenadas em cisternas e 13,8 p.10025
20 utilizavam água de poços.
15
Não se realizava nenhum manejo10
5 sanitário em 46,6 p.100 das unidades,
0
= £ 1 1 a 10 > 10 SPR NI enquanto que, em 43,1 p.100 este ma-
nejo acontecia de forma eventual e
Figura 1. Tamanho das UPAF's em hectare,
somente 10,3 p.100 dos criadores
município de Remígio/PB/Brasil. (Size of
realizavam um manejo sanitário
UPAF's in hectare, in Remígio, PB, Brasil).
rotineiro. Observou-se que 62,1 p.100
dos criadores não recebem assistência
de alimentos e que a utilizaçao destes técnica e em 98,3 p.100 das unidades
estava associada a produçao e oferta não há inspeção por nenhum órgão.
dos mismos na região. Notou-se que Por outro lado, 91,4 p.100 dos entrevis-
94,8 p.100 dos criadores forneciam tados afirmaram que não tiveram
restos de comida aos suinos; 56,9 p.100 nenhum problema de ordem sanitária
capins fornecidos no cocho; 53,5 p.100 no último ano. Estes dados demonstram
farelo de trigo; 34,5 p.100 milho (em a rusticidade e resistência desses
grão ou triturado); 8,6 p.100 utilizam animais, que advém de sua adapta-
torta de algodão; na mesma proporção bilidade às condições adversas exis-
está a utilização de soro de leite e tentes no meio, inclusive à falta de
farelo de pão; 3,5 p.100 forneciam assistência técnica e manejo sanitário.
palma e apenas 3,5 p.100 utilizavam Porém, cabe destacar que a ausência
ração balanceada. Dos criadores, 17,2 de assitência técnica e manejo sanitário,
p.100 concilia a utilização de restos de principalmente para este último, é
comida com farelo de trigo e capins. extremamente crítica para qualquer
Há o costume de armazenar os restos tipo de criaç e raça. Sem esses cuida-
de comida por alguns dias, e no mo- dos a fonte de proteína de origen ani-
mento do fornecimento misturá-los ou mal para o ser humano fica compro-
não a outros alimentos. Estas condições metida.
de utilização dos restos de comida não Em 96,6 p.100 das unidades visita-
é o recomendável, porém os criadores das, os animais eram confinados, sendo
desconhecem os cuidados necessários que do total, 29,3 p.100 criam os animais
para uso e fornecimento adequado presos amarrados em cordas nas
desse tipo de alimentação aos suínos, arvores (figura 2), 8,6 p.100 conciliam
sem causar danos à saúde dos animais a corda com outras instalações, 31
bem como dos humanos. p.100 só possuem instalações para
A água utilizada para a desse- terminação, 13,8 p.100 para creche e
dentação dos animais era, em 37,9 5,2 p.100 para multiuso, como pode ser
p.100 das unidades, proveniente da observado através do figura 3.
Os materiais utilizados nas cons-Companhia de Água e Esgoto da
truções eram os mais diversos e aParaíba (CAGEPA), 22,4 p.100 dos
Archivos de zootecnia vol. 54, núm. 206-207, p. 526.
CaracterizacaoSilva.p65 526 22/12/2005, 13:01
p.100 da propriedadeCARACTERIZAÇÃO DA CRIAÇÃO DE SUÍNOS LOCAIS DA PARAÍBA, BRASIL
p.100 de terra batida. Com relação ao
material utilizado na construção dos
telhados 32,8 p.100 era telha de barro.
As paredes erguidas em alvenaria de
tijolo totalizaram 34,5 p.100 das
criações. Foi verificado que 60,3 p.100
dos criadores não separavam os
animais, 37,9 p.100 separavam os
animais por categoria e apenas 1,7
p.100 separavam os animais por sexo.
Este trabalho vem sendo realizado
com vistas à construção de um bancoFigura 2. Sistema de criação amarrado em
de dados que dê suporte a um progra-corda, município de Remígio, PB, Brasil.
ma de conservação genética dos suínos(Tied system of pigs creation in municipal of
na região, partindo da caracterizaçãoRemígio, PB, Brasil).
dos criadores e da situação de criação
desses animais.
improvisação visível. Foram encontra-
das instalações feitas em alvenaria,
piquetes de varas, piquetes de arame CONSIDERAÇÕES FINAIS
farpado, tetos de palha, baias feitas
com pendão de agave e folhas de zinco, Os resultados obtidos neste trabalho
sendo utilizados tanto no teto como nas ressaltam a necessidade de se iniciar
paredes. Em 31 p.100 das unidades, o nos órgãos onde se realizam as pesqui-
piso das baias era cimentado e 29,3 sas científicas, o estudo da preservação
35
30
25
20
15
10
5
0
Corda Corda e Terminação Creche Multiuso
baias
Figura 3. Sistema de produção e Instalações nas Criações de Remígio/PB/Brasil. (System of
production and facilities in the pig creations of Remígio, PB, Brasil).
Archivos de zootecnia vol. 54, núm. 206-207, p. 527.
CaracterizacaoSilva.p65 527 22/12/2005, 13:01
% propriedades
p.100 propriedadesSILVA FILHA ET AL.
(guardar para o futuro, manter intacto vas podem ser fontes de genes capazes
o material genético) e da conservação de melhorar a resistência das raças
(usar de modo sustentável, utilizar exóticas ou especializadas, devido a
economicamente, usar sem degradar) sua rusticidade e adaptação ao am-
das raças suínas locais. As raças nati- biente adverso do Nordeste.
BIBLIOGRAFIA
Carvalho, J.H. de. 2000. Conservação de recur- E. (organizadores). Rio de Janeiro: AS-PTA,
sos genéticos de animais domésticos do 2002. p. 317-318.
Nordeste. In: Congresso Nordestino De Mariante, A. da S., S.T.R Castro, M. do S.M.
Produção Animal, 2. Teresina. Anais... Albuquerque, S.T. Paiva and J.L. Germano.
Teresina: Sociedade Nordestina de Produ- 2003. Pig biodiversity in Brazil. Arch. Zootec.,
ção. Embrapa Meio-Norte, 20-23 nov., 2000. 52: 245-248.
Vol. 1, p. 55-70. SAS Institute - user's guide: Statistics. Cary.
Castro, G., G. Fernández, J.V. Delgado and D. 1999. CD-ROM.
Rodríguez. 2003. A contribution to the racial Sereno, J.R.B. e F.T.P.S. Sereno. 2000. Recur-
study of the Uruguayan Wattled pig. Arch. sos genéticos animales brasileños y sus
Zootec., 52: 265-271. sistemas tradicionales de explotación. Arch.
Ferreira, A.S. e K.R.S. Lima. 2001. As raças Zootec., 49: 405-414.
nacionais de suínos serão extintas?. Ação Silva, E.C. da, W.M. Dutra Júnior, A.M. de A.
Ambiental, Viçosa, 3: 24-26. Menezes, C. da C. Lopes, I.M.B. de Lorena,
Japiot, F. e J.P. Tonneau. 2002. Diagnóstico dos M. de S. Lima e C. de O. Pinheiro. 2005.
sistemas de produção e dos sistemas de Avaliação do perfil e da realidade sócio-
criação do agreste da Paraíba: Municípios de econômica do suinocultor no Estado de Per-
Solânea e Remígio - Estado da Paraíba (Bra- nambuco. In: VII Congresso Internacional de
sil). In: Agricultura Familiar e Agroecologia no Zootecnia, ZOOTEC'2005. Campo Grande.
Semi-Árido: avanços a partir do Agreste da 2005. Anais... Campo Grande, ZOOTEC'2005.
Paraíba / Silveira, L. Pertesen, P e Sabourin, CD-ROM.
Archivos de zootecnia vol. 54, núm. 206-207, p. 528.
CaracterizacaoSilva.p65 528 22/12/2005, 13:01

Soyez le premier à déposer un commentaire !

17/1000 caractères maximum.