2 pages
Português

Newsletter

-

Obtenez un accès à la bibliothèque pour le consulter en ligne
En savoir plus

Description

oN. 52 ›Março de 2003 [PT]Comissão Europeia NewsletterDirecção-Geral da AgriculturaISSN 1560-1900Os futuros cidadãos da União Europeiaapoiam os objectivos da PACinteresses dos agricultores. Nos restantes países, as pessoas são de opiniãoDois terços dos cidadãos dos países que irão aderir à União Europeia em 2004 têmque o bem-estar dos agricultores e os interesses dos cidadãos devem serconfiança na reforma da política agrícola comum (PAC). De acordo com osobjecto de um tratamento igual no âmbito destas políticas. Verificam-se1resultados de uma nova sondagem Eurobarómetro ( ), 67% dos cidadãos dosmuito menos variações entre os vários segmentos demográficos dapaíses candidatos defendem o facto de o apoio financeiro da União Europeiasociedade, embora nas zonas rurais, por exemplo, as pessoas tenham maispassar a dizer respeito, em menor medida, a subsídios aos produtos agrícolas e,tendência para considerar que as políticas agrícolas ao nível da UE devemem maior medida, a um apoio ao desenvolvimento e à protecção da economia ruralatender aos problemas dos agricultores mais do que aos problemas dae a um apoio directo aos agricultores. A sondagem, publicada em 8 de Março de sociedade em geral.2003, mostra que perto de nove dos dez futuros cidadãos da União EuropeiaOs resultados mostram algumas contradições nítidas.

Sujets

Informations

Publié par
Nombre de lectures 16
Langue Português
Comissão Europeia DirecçãoGeral da Agricultura
o N .5 2› Ma r ç od e2 0 0 3[PT]
Newsletter ISSN 15601900
Os futuros cidadãos da União Europeia apoiam os objectivos da PAC Dois terços dos cidadãos dos países que irão aderir à União Europeia em 2004 têminteresses dos agricultores. Nos restantes países, as pessoas são de opinião que o bemestar dos agricultores e os interesses dos cidadãos devem ser confiança na reforma da política agrícola comum (PAC). De acordo com os 1objecto de um tratamento igual no âmbito destas políticas. Verificamse resultados de uma nova sondagem Eurobarómetro( ), 67% dos cidadãos dos muito menos variações entre os vários segmentos demográficos da países candidatos defendem o facto de o apoio financeiro da União Europeia sociedade, embora nas zonas rurais, por exemplo, as pessoas tenham mais passar a dizer respeito, em menor medida, a subsídios aos produtos agrícolas e, tendência para considerar que as políticas agrícolas ao nível da UE devem em maior medida, a um apoio ao desenvolvimento e à protecção da economia rural atender aos problemas dos agricultores mais do que aos problemas da e a um apoio directo aos agricultores. A sondagem, publicada em 8 de Março de sociedade em geral. 2003, mostra que perto de nove dos dez futuros cidadãos da União Europeia Os resultados mostram algumas contradições nítidas. Os futuros consideram que as prioridades da PAC deveriam consistir em garantir a existência cidadãos da UE, em especial na República Checa e na Eslovénia, de alimentos seguros e saudáveis, assim como em apoiar e melhorar a vida rural. receiam que a PAC não permita atingir os objectivos pretendidos e se O inquérito foi realizado junto de um grupo representativo dasrevele desfavorável para os agricultores. Porém, 69% dos inquiridos populações de 13 países, nomeadamente os dez países que deverãopensam que a adesão à UE terá um efeito positivo ou muito positivo nas aderir à UE em 2004 (Chipre, a República Checa, a Estónia, a Hungria,explorações agrícolas. A confiança na capacidade de a PAC prestar a Letónia, a Lituânia, Malta, a Polónia, a Eslováquia e a Eslovénia),apoio aos agricultores parece ser maior na EU dos quinze, mesmo se os juntamente com a Bulgária, a Roménia e a Turquia. Os resultados docidadãos da UE são de opinião que o apoio deveria ser mais limitado. inquérito são globalmente semelhantes aos obtidos aquando de Estes paradoxos podem ser, em parte, explicados por uma falta de sondagens realizadas junto dos cidadãos da UE em 2001 e 2002. informação. É óbvio que poderiam ser envidados mais esforços para Uma diferença importante entre o último inquérito e as sondagensinformar a opinião pública nos novos EstadosMembros sobre o conceito recentes realizadas na UE dos quinze é que os cidadãos dos futurose os objectivos da PAC, já que o nível actual de conhecimentos é muito EstadosMembros consideram, muito mais ainda do que os da actualbaixo. Os mais bem informados são os polacos (36% têm conhecimento UE, que um dos principais papéis da PAC deveria consistir em apoiar osda PAC) e os eslovenos (31%), mas, em média, apenas um em cinco rendimentos dos agricultores. Os futuros cidadãos defendemcidadãos (20%) se lembra ter ouvido falar na PAC e metade dos cidadãos igualmente, mais do que os actuais, o papel da PAC em matéria dedos futuros EstadosMembros (49%) afirma nunca ter ouvido falar nas protecção da qualidade de vida nas regiões rurais, de incentivo àpolíticas e nas acções da União Europeia no domínio agrícola. diversificação dos produtos e de redução das disparidades de A Comissão esforçase, desde já, por suprir esta falta de informações. prosperidade entre as regiões rurais.2 Assim, no âmbito de um regulamento introduzido em 2000 ( ), estão As variações entre os futuros EstadosMembros, consideradas país por país,disponíveis fundos comunitários para uma vasta campanha de são importantes. Na Eslováquia, a principal preocupação prendese com asinformação sobre a PAC, que se destina aos actuais e futuros Estados questões públicas que podem ser objecto das políticas ao nível comunitário.Membros, assim como outros interessados. A União Europeia financia Noutros países, designadamente Chipre, a Estónia, a Roménia e a Turquia,em parte programas de informação realizados por organizações de os cidadãos consideram que as políticas agrícola e rural devemagricultores e de desenvolvimentos rural, assim como por associações principalmente atender às vantagens individuais (alimentos saudáveis,de protecção dos consumidores e do ambiente. Participa ainda em respeito pelo ambiente, adaptação da produção às necessidades dosprojectos executados pelas entidades públicas, pelos meios de consumidores ou fomento do modo de produção biológico) ou aoscomunicação e pelas universidades.
Pergunta: Considera que UE deveria utilizar a sua política agrícola no sentido de Estados-Membros (%) ... garantir que os produtos agrícolas sejam seguros e saudáveis? ... favorecer e melhorar a vida nas zonas rurais? ... assegurar aos agricultores um rendimento estável e adequado? ... promover o respeito pelo ambiente? ... ajudar os agricultores a adaptarem a sua produção às expectativas dos consumidores? ... proteger as explorações agrícolas de pequena ou média dimensão? ... defender os interesses dos agricultores nas relações com os intermediários e os distribuidores? ... aumentar a competitividade da agricultura europeia no mercado mundial? ... incentivar a diversificação da produção e da actividade agrícola? ... reduzir as disparidades regionais em matéria de desenvolvimento? ... proteger os produtos agrícolas europeus? ... privilegiar os métodos do modo de produção biológico?
Sim  Futuros (%) 88 88 86 84 84 83 81 80 80 80 78 69
Sim  EU-15
1 ( ) O relatório Eurobarómetro pode ser consultado, na sua íntegra, no seguinte endereço: http://europa.eu.int/comm/agriculture/survey/cc/index_pt.htm 2 ( ) Regulamento (CE) n.º 814/2000 do Conselho, de 17 de Abril de 2000.
90 77 77 87 80 81 69 77 73 72 73 72